19.04.2017


Tio TOP #04 - 7 LANCHES QUE SÃO A CARA DO BRASILEIRO


     Que a culinária brasuca é fodástica, todo mundo já sabe tem tempos. Poucos lugares no mundo tem um cardápio tão variado quanto o da terra tupiniquim que vai desde as peixadas lá do norte até o churrasco do sul, passando pelas buchadas nordestinas, a pamonha goiana ou aquele queijinho minas.

     E como nessa semana o país verde e amarelo comemora 517 anos desde o seu descobrimento, o Tio resolveu fazer mais uma listinha TOPER pros sobrinhos, desta vez com aquelas comidinhas bandidas que não tem brasileiro de verdade que resista. Sabe, aquele lanchinho rápido que cê come na rua enquanto espera na fila da loteria? Aquele que cê só encontra naquela lanchonetezinha de esquina que comprando o lanche leva o suco de 300 ml naquele copinho de plástico fajuto? Então! Se liga aí, sobrim:

01 - COXINHA
coxinha brasileira
Foto: Antônio More/Gazeta do Povo

     Essa é unânime. Se você não curte coxinha, sinto lhe dizer que tem alguma coisa errada aí. Talvez seja o caso de procurar um psicólogo, afinal feio não é ter problema, feio é não tratar o problema. Conselho de Tio. Mas assim, zueiras a parte, como se resiste a frango com catupiry e massa frita? É uma bomba calórica? É. Mas é bom DEMAIS! E não poderia ser mais Brasileiro. Então, quando algum gringo folgado te perguntar o que o Brasil já inventou, ou já produziu, leva o branquelo pra comer uma coxinha e só espera o resultado. 

 

02 - PÃO DE QUEIJO
pão de queijo brasileiro
Foto: Fotolio.com

     Tá. Tudo bem que saiu de Minas, mas o pão de queijo já pode ser considerado patrimônio nacional, não? É tipo sei lá... o Sílvio Santos. Ou o Neymar. Ou a Carmem Miranda. Pode até ter saído de um determinado lugar, mas no fim das contas é nosso, de todo brasileiro e chora a respeito quem quiser. O Pão de Queijo é um item presente no dia a dia desse país e se você é brasileiro e NUNCA, JAMAIS na sua vida INTEIRA comeu um pão de queijo, já pode comprar sua passagem pra Argentina e refletir muito a respeito das suas atitudes, ok? E quando estiver pronto pra voltar e pedir desculpas, o Tio pensa se você tá merecendo. AQUI É PÃO DE QUEIJO, FIZÃO!

 

03 - BAURU
bauru brasileiroFoto: Reprodução da Internet

     Com pão francês ou de forma, com mortadela ou presunto, pode levar alface mas muçarela é fundamental assim como o tomate. Lança naquela sanduíchera firmeza ou vai na bruta mesmo. Tá bom, os paulistas tão cobrando aqui, então o Tio explica: o bauru, bauru mesmo como foi concebido na cidade homônima (de mesmo nome) levava rosbife, muçarela, alface, tomate e é temperado com sal e óregano. A cidade de Bauru inclusive tem uma lei (sérião) que garante a integridade da receita original do bauru. Maaaaaas como a receita saiu se popularizando no país inteiro, a galera foi adaptando da maneira que pode e pro preço que cabia bem no bolso. Seja como for, o Bauru é uma versão com salada do Misto-Quente (sim, são diferentes) e que bomba nas lanchonetes de todo o Brasil. O Bauru é a prova de que mais é menos, sim ou claro?!

 

04 - PASTEL
pastel brasileiro
Foto: Reprodução da Internet

     Tem Pastér de Quêjo, Pastér de Calne e Pastér de Flango, né? Cliente pode escolher pastér favolito! Ó! Esse aí não poderia estar mais ligado a história do Brasil, e que história FODA tem o pastel. Essa piadinha do pastel do chinês não é zoeira de brasileiro não! Apesar da falta de registros históricos (um absurdo) o pastel muito provavelmente foi inventado pelos chineses mesmo, se liga: Quando os imigrantes chegaram ao país, uma das formas de sobrevivência mais comum era a sua culinária bem peculiar. Da receita dos rolinhos primaveras adaptada aos ingredientes que haviam por aqui foi que ele surgiu, e aos poucos foi se popularizando. Ok, isso por si só já é bem interessante. Mas mais interessante ainda é o fato de que logo após o fim da Segunda Guerra Mundial nosso país recebeu uma porrada de japa que afim de se esconderem do preconceito brasileiro com a participação japonesa no Eixo, fundavam pastelarias e se passavam por chineses. De toda forma, o chinês pode ter inventado, o japonês pode ter popularizado mas a verdade é uma só: PASTEL DE VERDADE SÓ TEM NO BRASIL, MEUS QUERIDOS.

 

05 - EMPADÃO GOIANO
empadão goiano
Foto: Recepédia

     "Aaah Tio, só tem em Goiás" - Então vocês tão esperando o que pra apresentar o empadão goiano pro resto do país? O empadão é um achado culinário. Assim como a pamonha, é uma das marcas registradas do estado de Goiás, sim, mas deveria estar nos cardápios de todo o Brasil. Se liga: massa podre (bão demais da conta), frango desfiado, molho de tomate, queijo minas e o resto varia (pode ter ervilha, azeitona, milho, linguíça, pernil, peru... a lista não tem fim). Pra quem não conhece (pare de perder seu tempo) o empadão é isso aí, assado e parece uma torta de frango só que muito mais gostoso. E o trem é tão bão, mas tão bão que já está em processo de ser considerado Patrimônio de Natureza Imperial (I-M-P-E-R-I-A-L, meus amigos) pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. ÊÊÊ GOIÁS VÉI DO PÉ RACHADO!

 

 06 - CHURRASCO GREGO
churrasco grego
Foto: Reprodução da Internet

     Turco, Árabe ou Grego? Afinal, é Shawarma, ou Kebab? SEI LÁ E TANTO FAZ! O negócio aqui é que o tal do churrasco grego é uma experiência gastronômica. É muito comum ali nas ruas movimentadas de Sampa, mas assim como os outros tá se expandindo pro resto do país e já tá passando da hora de ser considerado um patrimônio da culinária brasileira. Por que ó: tem carne bovina, suína e de frango, e por mais dois Temer e cinquenta marcelas ainda ganha um copo de suco de caju que vai te ajudar a criar resistência imunológica. É pesado, enche pra caramba e ainda fica barato. É rápido, da rua, de influência exterior, é churrasco, é gorduroso, tem pão... preenche todos os requisitos, é BRASILEIRO, tá dito! 

 

07 - CHURROS
churros
Foto: Reprodução da Internet

     Um docinho, só pra variar. O churro (sem "s" mesmo) é mais um lanchinho típico brasileiro que veio de fora. Os responsáveis por essa delícia na América do Sul são os países latinos da região ibérica da Europa, Portugal e Espanha. Os caras pegaram emprestado a receita de um doce típico chinês (olha os china aí de novo) e adaptaram para sua própria cultura antes de exportar pro Brasil e o restante dos países do nosso continente. Vendido na carrocinha, na frente do colégio ou na praça, quem não gosta só pode ser meio bobo! Com variações de sabor, ele pode ser com doce de leite ou chocolate, e tem até um pessoalzinho pop que inventa de colocar nutella (tá, nutella é bom mas... não é tru!). E churros (agora vai com s msm) é tão bom que até o Chaves sabe disso. ZÁS!

 



     E aí, cê acha que faltou alguma coisa?

     O Tio sempre tá aberto a sugestão dos sobrinhos! Tem algum tema que você quer ver o Tio abordar, fala no facebook ou no próprio site do Tio, que agora tem um canal de comunicação com os sobrinhos! E de quebra, aproveita que essa semana já tem feriado e que hoje é praticamente quinta, dá um pulo no nosso cardápio e depois encontre a loja mais próxima de você e já fica na mente que 18:00 horas todas as lojas do Tio estão abertas! E se não estiver afim de sair de casa, sempre dá pra procurar qual é o delivery que entrega aí na sua região. Fechou?

Um abraço do Tio e até semana que vem!

voltar